XVI Semana PUR

Entre os dias 20 e 24 de setembro acontece a XIV Semana de Planejamento Urbano e Regional. O IPPUR organiza anualmente uma semana científica onde são apresentados os principais resultados da pesquisa realizada por seus corpos docente e discente. Promovido por quinze anos consecutivos, este evento científico consolidou-se como um lugar central para a discussão e divulgação da produção científica do IPPUR na área do planejamento urbano e regional.
A semana PUR assumiu um papel estratégico não apenas para intercâmbio e troca de idéias entre os próprios pesquisadores do IPPUR e da comunidade científica da área, mas em relação à disseminação do conhecimento para fora dos muros da Academia. Conta crescentemente com a presença de profissionais vinculados a Prefeituras e Conselhos Municipais, a órgãos do Governo Estadual, a organizações sociais da sociedade civil e mesmo de um público interessado em geral.

A XVI SEMANA PUR visa cumprir seu papel original de possibilitar a divulgação e debate dos resultados parciais e conclusivos das pesquisas em curso abrigadas no IPPUR. Sem prejuízo deste objetivo primeiro, a XVI SEMANA PUR pretende também consagrar parte da sua atenção ao exame das mudanças em curso na Cidade do Rio de Janeiro.

Desde a fusão Estado da Guanabara – Estado do Rio de Janeiro, a cidade do Rio foi tematizada como espaço da decadência, da estagnação, da perda de centralidade. O processo de democratização não alterou este quadro; ao contrário, de alguma maneira, acentuou múltiplas dimensões de processos vistos, em seu conjunto, como sintomas de uma crise econômica, política e social. Importantes estudos sobre a dinâmica regional do desenvolvimento econômico situaram a cidade e o estado do Rio de Janeiro fora do pólo dinâmico do sudeste brasileiro. Estagnação econômica, ausência de projeto político e degradação social – favelização, criminalidade, clientelismo – estas seriam as marcas desta cidade.

Em que pese esta força inercial, a política das grandes intervenções urbanas assume agora feição particular nesta cidade, ainda à espera de estudos e análises: que características se mostram presentes em ações como a implantação das Unidades de Polícia Pacificadora? Como se configura o Plano de Aceleração do Crescimento na sua aplicação em favelas desta cidade? Quais as vestimentas cariocas do Programa Minha Casa, Minha Vida? Que múltiplos significados locais e gerais para os moradores, para o território e para a gestão urbana contêm as mega intervenções programadas para a cidade, ancoradas no Projeto Porto Maravilha, nas instalações vinculadas às Olimpíadas de 2016 e à Copa do Mundo de 2014? Que implicações socioespaciais relacionam-se à implantação do corredor viário Arco Metropolitano e do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro – COMPERJ em Itaboraí? Tais intervenções não são triviais, como demonstram as volumosas somas de recursos que envolvem, sugerindo acelerações nas transformações socioespaciais e na compressão espaço-tempo dessas transformações.

A XVI SEMANA PUR deseja enfocar estes temas paralelamente aos que emanam das pesquisas e reflexões sediadas no IPPUR. Para tanto, docentes, pesquisadores, bolsistas de IC e pós-graduandos estão convidados a tomar parte do debate, endereçando contribuições a uma das cinco Áreas Temáticas definidas, nas várias modalidades de formato.

Mais informações, clique aqui.  
Escrito por Observatório
 

Tags: ,