#vídeo — A produção capitalista da cidade

O INCT Observatório das Metrópoles divulga o vídeo “A produção capitalista da cidade”, produzido pelo Coletivo Nigéria para a campanha de financiamento do Curso de Formação “A produção capitalista da cidade: poderes, conflitos e resistências”, iniciativa do Laboratório de Estudos de Habitação (LEHAB/UFC).

O objetivo do curso é fortalecer os movimentos urbanos vinculados ao debate e à luta pelo direito à moradia, a partir de aulas sobre as dinâmicas urbanas, seus agentes, e estratégias e possibilidades de disputa. A campanha de financiamento é mais uma iniciativa engajada do LEHAB que vem ocupando, nos últimos anos, um espaço fundamental de monitoramento das políticas públicas para a metrópole de Fortaleza, bem como os impactos dessas políticas para a população em geral.

Veja o vídeo da campanha:

O PROJETO

Em atividade desde 2013, o Laboratório de Estudos da Habitação (LEHAB-UFC) acompanha as condições de moradia (que podem servir como indicadores de desigualdades socioespaciais nas cidades brasileiras) do espaço urbano de Fortaleza, abrangendo os diferentes agentes da produção da habitação e avaliando as respostas formuladas em termos de políticas públicas.

Nas últimas pesquisas, aprofundamos o estudo de grandes projetos urbanos recentes, de parcerias público-privadas e da financeirização do desenvolvimento urbano. Nossas análises apontam que essas intervenções urbanísticas tendem a causar profundos impactos na vida das pessoas que moram e frequentam as proximidades das áreas afetadas.

Com o acirramento das contradições urbanas, a desarticulação dos espaços de participação popular, o enfraquecimento dos tradicionais movimentos urbanos e da necessidade de reorganização das resistências, sempre buscamos direcionar nossas análises de modo a fortalecer as pautas dos movimentos populares, principalmente através de participação em articulações – como a Frente de Luta por Moradia, a Assembléia Popular da Cidade, conselhos, etc – e ações de formação de seus ativistas.

Pensando na necessidade de aumentar o alcance do conhecimento das dinâmicas urbanas, seus agentes, estratégias e possibilidades de disputa, formulamos uma proposta de um curso para 30 pessoas, oriundas de movimentos populares. A formação se chama “A produção capitalista da cidade: poderes, conflitos e resistências”, iniciando no final de agosto com uma aula inaugural com a professora Ermínia Maricato e se estenderá até outubro, servindo como espaço de troca e aprimoramento de pessoas engajadas na atuação pelo Direito à Cidade e questões correlatas. A proposta do curso foi construída também a partir de consulta a diversas pessoas de comunidades/movimentos, que contribuíram sobre os melhores interesses e dinâmicas que se adequassem a todos os envolvidos.

Participe da Campanha do Curso “A produção capitalista da cidade: poderes, conflitos e resistências”, acesse o site do Catarse e contribua!!

 

Tags: , , , ,