População em Situação de Rua de Maringá: Observatório das Metrópoles promove formação de pesquisadores

O Observatório das Metrópoles Núcleo Maringá inicia a formação de pesquisadores da quarta edição da Pesquisa Sobre População em Situação de Rua em Maringá. A primeira parte da formação ocorreu no dia 15/08 com a presença de interessados em participar do processo da coleta de dados.

A estimativa é reunir em torno de 30 pesquisadores. A formação inclui aspectos de abordagem dessa população, trajetos a serem percorridos na cidade, leitura e estudo do questionário, do termo de recusa e o de consentimento da pesquisa, bem como definição dos membros de cada equipe. A pesquisa na rua e nas entidades deve ocorrer entre o final do mês de setembro e início do mês de outubro. O objetivo principal é identificar a quantidade, perfil e características da população em situação de rua em Maringá. Ao final da investigação, os dados e as informações geradas na quarta edição serão sistematizadas, apresentadas em audiência pública e disponibilizadas. De acordo com a coordenadora do Núcleo Maringá, Ana Lúcia Rodrigues, as informações serão disponibilizadas num relatório comparativo com as informações da pesquisa dos anos de 2015 a 2018. O documento será entregue ao poder público local para subsidiar ações em favor destas pessoas, e também será disponibilizado a todos os interessados.

A iniciativa da pesquisa é do Observatório das Metrópoles Núcleo Maringá e a coleta de dados ocorre em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (SASC), Centro de Referência Especializado para População de Rua (Centro Pop Rua), Ministério Público, além da participação de colaboradores das entidades da sociedade e voluntários das diferentes áreas de atuação junto a esta população, de outros órgãos municipais, assim como acadêmicos e profissionais de diversas atividades pertinentes ao tema do projeto.

 

Tags: , ,