Linha I

Metropolização e o desenvolvimento urbano: dinâmicas, escalas e estratégias

Esta linha de pesquisa volta-se a compreender as dinâmicas de constituição dos espaços metropolitanos, seu poder de articulação e polarização do território nacional, e os novos arranjos espaciais e suas conexões com as transformações de suas bases produtivas. O reconhecimento da diversidade de dinâmicas que acionam o processo de metropolização no país e das configurações socioespaciais resultantes é fundamental para a construção de estratégias adequadas de desenvolvimento urbano e regional que assegurem o efetivo direito à cidade. Cabe destacar que o primeiro projeto, centrado na organização do espaço urbano- metropolitano, visa uma leitura do território nacional, buscando entender as diferentes escalas do processo de metropolização, enquanto as análises específicas sobre os processos de metropolização que envolvem Rio e São Paulo serão aprofundadas em um projeto de pesquisa específico em torno da hipótese da conformação desta megalópole. Além disso, a organização do espaço urbano-metropolitano também será analisada a partir da dinâmica econômica, tanto na perspectiva da importância que estes espaços apresentam para o desenvolvimento econômico, como o modo que o próprio desenvolvimento impacta na sua organização interna. Nessa perspectiva, esta linha está organizada em três projetos, descritos a seguir.

Projeto 1.1. A Mega-região Rio de Janeiro-São Paulo
Projeto 1.2. Economia Metropolitana e Desenvolvimento Regional. Mudanças da base produtiva e mercado de trabalho