Entrevista de Maria Hermínia Tavares de Almeida sobre a onda da extrema direita

Via Nexo Jornal

A professora de Ciência Política da USP e pesquisadora do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP), Maria Hermínia Tavares de Almeida, concedeu entrevista ao Nexo sobre as questões democráticas envolvidas na eleição 2018. A pesquisadora acredita que “uma extrema direita forte nunca é algo positivo” e que a centro-esquerda foi “incapaz de lidar com os temas da segurança e da corrupção”. Maria Hermínia conclui dizendo que o campo democrático “terá a difícil missão de fazer valer seus valores no Brasil daqui pra frente”.

Acesse a entrevista completa clicando aqui.

 

 

Tags: , , ,