Desigualdades econômicas e vulnerabilidade socioambiental na metrópole

O curso Desigualdades econômicas  e vulnerabilidade socioambiental  na metrópole , oferecido pelo Observatório das Metrópoles, visa proporcionar um debate sobre as desigualdades sócio-ambientais na RMF e os impactos nos diferentes grupos sociais, em função da maior ou menor vulnerabilidade sócio-ambiental. O curso acontece às segundas de abril e maio no departamento de geografia da Universidade Federal do Ceará.

Muitos investimentos foram feitos pelo poder público, setor privado, ONG’s e outros setores da sociedade para atender a população excluída, mas não tiveram o efeito esperado. Em muitos casos esta população vulnerável não tem condições de aproveitar a estrutura de oportunidades oferecidas em razão do baixo nível educacional, da desestrutura familiar, de gravidez precoce, falta de mobilidade, violência, dentre outros problemas.

Os estudos sobre este tema desenvolvido pelo núcleo Fortaleza da rede de Pesquisa Observatório das Metrópoles (INCT 2009-2013) propiciaram a construção de um banco de dados e a publicação do livro “Vulnerabilidade socioambiental na RMF”, que abrem perspectivas para pesquisas mais pontuais e aprofundadas.

O curso, promovido em parceria com Observatório das Metrópoles – Fortaleza, PET Geografia-UFC, Pós-Graduação em Geografia e Laboratório de Planejamento Urbano e Regional -LAPUR, será ministrado por professores, mestrandos, doutorandos do curso de Geografia e Arquitetura da UFC e contribuirá com discussões teóricas e aplicação de técnicas que subsidiarão pesquisas.

Inicialmente será feita uma apresentação sobre a desigualdade socioeconômica na Região metropolitana de Fortaleza, o METRODATA, o banco de dados de Vulnerabilidade socioambiental e a metodologia Observatório das metrópoles, utilizando AED’s, CAT’s e tipologias socioespacial. Em seguida se fará a discussão dos conceitos e indicadores de vulnerabilidade, vulnerabilidade social, vulnerabilidade ambiental e vulnerabilidade sócio-ambiental.

A vulnerabilidade está relacionada com os fatores econômicos (estabilidade de emprego e renda) e sociais (educação), com aspectos infra-estruturais e ambientais. Para tanto, é necessário um debate sobre a vulnerabilidade das famílias, dos jovens e das mulheres de baixa renda, fragilizados ou desprotegidos ante as mudanças originadas em seu entorno e ao desamparo institucional dos cidadãos pelo Estado.

Com base nos índices de vulnerabilidade social e nos mapas de hidrografia, hipsometria, áreas de risco, áreas sujeitas a soterramento e inundação se apresentará o mapa de vulnerabilidade socioambiental em Fortaleza.

A segregação e a vulnerabilidade socioambiental têm se intensificado com processos de urbanização e metropolização, ampliando os deslocamentos e a distância moradia e emprego.

Objetivo:
– Proporcionar debates sobre as desigualdades sócio-ambientais na RMF e os impactos diferenciados
nos diferentes grupos sociais, em função da maior ou menor vulnerabilidade sócio-ambiental.

Objetivos Específicos:
– Refletir sobre as desigualdades sócio-ambientais na RMF
– Discutir o conceito e indicadores de vulnerabilidade, vulnerabilidade social, risco natural, risco ambiental, vulnerabilidade ambiental e vulnerabilidade sócio ambiental.
– Analisar a segregação ambiental e o aumento da vulnerabilidade intensificado pelos processos de urbanização.
– Discutir a vulnerabilidade das famílias, dos jovens e das mulheres de baixa renda, fragilizados ou desprotegidos ante as mudanças originadas em seu entorno e desamparo institucional dos cidadãos pelo Estado.
– Relacionar a vulnerabilidade social com fatores econômicos, estabilidade de emprego e renda.
– Discutir o impacto sócio-ambiental da migração e a vulnerabilidade dos migrantes.
– Relacionar as dificuldades de mobilidade e de acessibilidade aos locais de trabalho e estudo da população da periferia da RMF, em função dos desgastes físicos e financeiros.

Período: 2ª feiras (meses de abril e maio)

Horário: das 14 às 16 h
Início: 29 de março de 2010
Local: Departamento de Geografia da UFC
Inscrições: R$ 10,00 certificado e xerox)
Informações: (85) 33669857 ou 33669864
www.petgeografia.ufc

Promoção:
Observatório das Metrópoles – nucleo Fortaleza
PET Geografia (UFC)
Laboratorio de Planejamento Urbano e Regional – LAPUR
Departamento de Geografia da UFC
Pós-Graduação em Geografia da UFC

Escrito por Observatório|Última atualização em Qua, 31 de Março de 2010 18:05

 

Tags: , ,