Cooperativismo habitacional: uma experiência de vida

Na entrevista dessa edição o interesse pelo estudo do cooperativismo habitacional no Brasil ganha maior importância por ser este não apenas uma alternativa possível para a produção e aquisição da moradia, mas também, por introduzir uma forma coletiva de se pensar essa questão.
A origem desse movimento cooperativista se encontra nas cooperativas habitacionais do Uruguai, tanto em termos de organização como na forma de produção da moradia.
Cooperativismo habitacionalO entrevistado Fernando de Torres é engenheiro agrônomo e professor aposentado da Universidade de La República (universidade nacional do Uruguai). Na década de 1960, participou do forte movimento cooperativista, que resultou na produção de muitas moradias, dentro do princípio da propriedade coletiva, a partir das cooperativas habitacionais. Fernando é morador do primeiro conjunto habitacional construído a partir de cooperativas associadas à FECOVI, em Montevidéu – o Complexo Boulevard. Atualmente, participa como convidado nas atividades de extensão universitária na universidade, auxiliando nos grupos voltados ao fomento e ao estudo do cooperativismo (Unidade de Estudos Cooperativos – UEC, pertencente ao Servicio Central de Extensión y Actividades en el Medio – SCEAM).Clique aqui e leia a entrevista.

 

Tags: , , , , , ,