“Brasil: os impactos da Copa 2014 e das Olimpíadas 2016”

 “Brasil: os impactos da Copa 2014 e das Olimpíadas 2016”

O Observatório das Metrópoles promove, no dia 29 de abril, o lançamento do livro “Brasil: os impactos da Copa 2014 e das Olimpíadas 2016”. Segundo o jornalista Juca Kfouri, a obra apresenta um balanço esclarecedor e preocupante sobre os legados dos megaeventos esportivos no país – elefantes brancos como estádios, paralisia da produção, remoções e violações de direito.

Com o objetivo de avaliar os impactos dos grandes eventos esportivos no país, o Observatório das Metrópoles, com o apoio da FINEP, vem desenvolvendo a pesquisa nacional “Metropolização e Megaeventos: os impactos da Copa do Mundo e das Olimpíadas sobre as metrópoles brasileiras”, sob a coordenação do professor Orlando Alves dos Santos Júnior.
O lançamento do livro “Brasil: os impactos da Copa 2014 e das Olimpíadas 2016” vai apresentar os resultados do monitoramento das obras para a Copa 2014 e das Olimpíadas 2016. O evento acontece no Sindicato dos Jornalistas do Rio de Janeiro, e contará com a participação dos professores Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro (coordenador nacional do Observatório das Metrópoles); Orlando Alves dos Santos Júnior (organizador do livro); Inalva Mendes Brito (Comitê Popular da Copa e das Olimpíadas do Rio de Janeiro); Daniel Soares (FINEP); Clarissa Maria Rosa Gagliardi (Coordenadora da Pesquisa sobre os Megaeventos em São Paulo).
A seguir a apresentação do livro assinada pelo jornalista Juca Kfouri.
“Brasil: os impactos da Copa 2014 e das Olimpíadas 2016”
Por Juca Kfouri
Se antes da Copa seus críticos eram vistos por quem a organizava como vítimas do complexo de vira-lata, como se não acreditássemos na capacidade do nosso povo, depois dela deu-se o inverso: os que fizeram o megaevento, diante dos elogios estrangeiros, passaram, aí sim numa autêntica manifestação de vira-latismo, a nem querer discutir os absurdos que houve, como se a opinião de fora cessasse toda e qualquer discussão.
Felizmente há os que não se curvam ao obscurantismo e às manifestações de quem se locupletou com a Copa, de costas para os interesses da maioria.
E a obra que você tem nas mãos é prova disso.
Os pesquisadores que acenderam as luzes de alerta e condenaram os excessos cometidos para que o país entregasse a “Copa das Copas”, apresentam um balanço esclarecedor e preocupante sobre os legados de um empreendimento que, paradoxal, mas compreensivelmente, serviu para dourar a imagem do Brasil no exterior e deixar pesada herança a ser paga com dinheiro público, apesar das promessas anteriores de que seria a “Copa do capital privado”.
Elefantes brancos de caríssima manutenção distribuídos por capitais onde o futebol quase inexiste, remoções desumanas de pessoas para atender obras secundárias, paralisia da produção por feriados em dias de jogos para disfarçar a imobilidade urbana, queda do PIB nos meses da Copa admitida pelo próprio governo federal, são algumas das metástases que ficaram como herança depois que o mundo veio ao país, se divertiu e voltou para casa.
“Mas isso é problema de vocês”, ouvi de um jornalista americano. Exatamente. Pois é disso que este estudo trata.
SERVIÇO
Lançamento do livro Brasil: os impactos da Copa 2014 e das Olimpíadas 2016
29 de abril de 2015 ⍟ Sindicato dos Jornalistas ⍟ 18h30
Rua Evaristo da Veiga, 16, 17o andar.
Leia também:
 

Tags: , , ,