As Metrópoles nos Próximos 20 anos: o desafio da produção e democratização do conhecimento (vídeo)

Ocorreu no dia 05 de dezembro de 2018, no âmbito do Congresso Observatório das Metrópoles 20 Anos, o Painel de Debates “AS METRÓPOLES NOS PRÓXIMOS 20 ANOS: o desafio da produção e democratização do conhecimento”. Para participar do debate, foram convidados:

  • Luiz Cesar de Queiroz Ribeiro (UFRJ/Observatório das Metrópoles)
  • Manuel Villaverde Cabral (Universidade de Lisboa)
  • Emílio Pradilla (Universidade Autónoma Metropolitana Xochimilco)
  • Luis Fuentes Arce (Pontifícia Universidade Católica do Chile)

Ementa:

O Observatório das Metrópoles parte do pressuposto que a organização social, econômica e política das grandes metrópoles mundiais é de suma importância para compreender e refletir sobre os desafios a serem enfrentados pelas sociedades atuais, uma vez que constituem o centro do poder econômico, social e político em diversas escalas. Nesse sentido, há 20 anos o Observatório das Metrópoles vem trabalhando sobre os desafios metropolitanos colocados ao desenvolvimento nacional, tendo como referência a compreensão das mudanças das relações entre sociedade, economia, Estado e os territórios conformados pelas grandes aglomerações urbanas brasileiras. Essa atuação, que sempre procurou aliar as atividades de pesquisa e ensino com iniciativas que contribuam para a atuação dos atores governamentais e da sociedade civil no campo das políticas públicas, enfrenta agora um momento de reflexão a fim de continuar contribuindo para a produção de conhecimento e inovação sobre o tema metropolitano no Brasil.

O objetivo foi debater as seguintes questões:

  • Como avaliar criticamente a trajetória do Observatório das Metrópoles como grupo de pesquisa? Qual contribuição acadêmica e política é possível identificar em nosso trabalho para a “questão urbana-metropolitana”?
  • Qual reflexão pode orientar a agenda futura de pesquisa, seja em termos de temas, problemáticas, modo de pensamento etc.?

Confira abaixo o vídeo do debate na íntegra:

 

Tags: , ,