Congresso 20 anos — As metrópoles e a igualdade

O INCT Observatório das Metrópoles divulga mais um destaque do Congresso “As Metrópoles e o Direito à Cidade: dilemas, desafios e esperanças”, que acontece no período de 3 a 7 de dezembro de 2018 no Rio de Janeiro, e marca os seus 20 anos de trajetória. Com o título “As metrópoles e a igualdade: o desafio das segregações”, a segunda mesa do evento debaterá as diferentes formas de segregação que estruturam o espaço urbano das metrópoles brasileiras, assim como os seus impactos sobre as relações sociais e a violência urbana. A mesa contará com os convidados Luciana Corrêa do Lago (UFRJ), Michel Misse (UFRJ), Raquel Rolnik (USP) e Roberto Kant de Lima (UFF).

O Congresso do Observatório das Metrópoles 20 anos ainda está com o prazo aberto para submissão de trabalhos para os simpósios até o dia 30 de julho.

Veja a seguir o currículo dos convidados da mesa “As metrópoles e a igualdade: o desafio das segregações”.

LUCIANA CORRÊA DO LAGO (UFRJ)

Luciana Corrêa do Lago é doutora em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (USP), professora aposentada do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR/UFRJ) e pesquisadora do Observatório das Metrópoles. Atualmente, é professora colaboradora do Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social (NIDES/UFRJ). Desenvolve pesquisas nas áreas de Economia Social e Política Urbana, sendo também uma das coordenadoras do projeto de pesquisa, intervenção e inovação social “Ocupação Solano Trindade/Caxias: inovação nas formas associativas de trabalho e produção da cidade”, desenvolvido no município de Duque de Caxias (Rio de Janeiro)

MICHEL MISSE (UFRJ)

Michel Misse é doutor em Sociologia pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ) e professor titular do Departamento de Sociologia do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IFCS/UFRJ). Também é coordenador do Núcleo de Estudos de Cidadania, Conflito e Violência (Necvu), além de vice-coordenador e membro do INCT Violência e Segurança Pública. Publicou recentemente o artigo “Violence, Criminal Subjection and Political Merchandise in Brazil: An Overview from Rio” no International Journal of Criminology and Sociology (clique aqui).

RAQUEL ROLNIK (USP)

Raquel Rolnik é professora titular da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP). Foi relatora especial do Conselho de Direitos Humanos da ONU para o Direito à Moradia Adequada e coordenadora de Urbanismo do Instituto Pólis. Já ocupou cargos públicos na Prefeitura de São Paulo e no Governo Federal. Um dos seus livros mais recentes é “Guerra dos Lugares: a colonização da terra e da moradia na era das finanças” elaborado durante e imediatamente após o término de seu mandato como relatora da ONU e publicado pela Boitempo Editorial (clique aqui).

ROBERTO KANT DE LIMA (UFF)

Roberto Kant de Lima é doutor em Antropologia pela Harvard University e professor titular do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Universidade Federal Fluminense (UFF), além de coordenador do INCT Instituto de Estudos Comparados em Administração de Conflitos (InEAC). Tem experiência na área de Teoria Antropológica, com ênfase em Método Comparativo, Antropologia do Direito e da Política, Processos de Administração de Conflitos e Produção de Verdades. É um dos organizadores da coleção “Conflitos, Direito e Sociedade”, que tem por objetivo divulgar pesquisas de excelência produzidas no âmbito do InEAC (clique aqui).

 

Tags: , , ,