(Anti) guia amoroso do Rio de Janeiro

O Número 34 da revista e-metropolis apresenta a sessão especial (Anti) guia amoroso do Rio de Janeiro, de Renata Piroli Mascarello e Angelo Antonio Duarte.

Este guia é resultado de um trabalho proposto na disciplina de Cidade e Sociabilidade, ministrada pelo Professor Doutor Robert Pechman no âmbito da Especialização em Política e Planejamento Urbano da Universidade Federal do Rio de Janeiro. A proposta era fazer uma espécie de guia turístico de qualquer cidade, indicando lugares para se conhecer e/ou descrever sensações que os espaços são capazes de nos proporcionar. Submetido em parceria, o texto foi elaborado por mim, Renata, enquanto as imagens são de autoria do Angelo.

Escrito em maio e revisado em dezembro, ambos de 2017, este trabalho subverte um pouco a proposta inicial, pois se trata de um guia um tanto rancoroso sobre o Rio de Janeiro – algo bem típico de quem vem da minha cidade. No melhor estilo “Renata Ingrata”, não pretendo indicar roteiros, atrações ou locais para visitas, mas apresentar apontamentos sobre a mobilidade, o custo de vida e as pessoas com que/quem me deparei desde que me mudei para cá.

Ao abordar um pouco da rotina carioca (do ponto de vista de uma forasteira sem dinheiro), maravilhas são questionadas, chavões colocados em xeque e uma face não muito bonita do “errejota” é exposta. O que este guia vai fazer mesmo é te dar a real e, talvez, recomendar uma cidade para não ser conhecida e, sim, descoberta, (re)pensada e intensamente vivida.

Leia o texto completo  AQUI.

Leia a edição 34 da revista e-metropolis AQUI.

 

Tags: , ,

 

Mais Posts em Revistas Científicas