5º Colóquio Internacional RIGPAC

Estão abertas as inscrições para o 5º Colóquio da Rede Internacional de Pensamento Crítico sobre Globalização e Patrimônio Construído (RIGPAC). O evento, que tem como tema geral “Identidade territorial, globalização e patrimônio”, acontece no período de 12 a 14 de setembro de 2018, em Canoas, Rio Grande do Sul.

Organizadora do 5º RIGPAC, a Unilasalle integra o Núcleo Porto Alegre do INCT Observatório das Metrópoles através de pesquisadores vinculados ao  Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Bens Culturais.

Além disso, nossa equipe estará presente em dois GTs:

GT 6 — Globalização, Urbanização e Patrimônio. Eixo temático 12 – Urbanismo Moderno e Urbanismo Contemporâneo: olhares desde o patrimônio e as Indústrias Culturais.

Com a participação do profº Paulo Roberto Rodrigues Soares (UFRGS).

GT 7 — A Cidade como Meio Ambiente: Interfaces entre a História Ambiental e a História Urbana. Eixo Temática 8 – Paisagem cultural, imagem da cidade e conservação do patrimônio.

Com a coordenação da professora Danielle Heberle Viegas (Unilasalle)

 

IDENTIDADE TERRITORIAL, GLOBALIZAÇÃO E PATRIMÔNIO

Dentro do mundo em mudança e sua consequente perda gradual de referências, a IDENTIDADE TERRITORIAL está ameaçada pelas pressões homogeneizadoras do mundo global.

Por um lado, temos o estabelecimento gradual de uma ordem hegemônica global baseada em um único princípio: o da homogeneidade (de significados, valores e linguagem, sem mencionar a indiferenciação espacial que, no caso de nossas cidades, tende a padronizar os diferentes contextos). Por outro lado, temos o chamado dos particularismos, o grito estridente da perspectiva local, que clama por um espaço para defender seu pequeno reduto de identidade.

O desafio não é outro senão pensar de forma crítica e propositiva nossa relação com o mundo através dos ambientes aos quais habitamos. É fundamental que possamos criar novas formas de refletir sobre aquilo que nos mostra a maneira mais apropriada de responder ao desafio patrimonial.

TERRITORIAL IDENTITY, GLOBALIZATION AND HERITAGE

In today’s ever-changing world and its consequent gradual loss of references, territorial identity is threatened by the homogeneous pressures of the global world.

On the one hand, there is the gradual establishment of a global and hegemonic order based on one principle: the principle of homogeneity (of meaning, values and language, not to mention the often desired spatial undifferentiation that, in the case of our cities, tends to standardize different contexts). On the other hand, there is the call for particularisms, the local’s strident call, which cries out for a place to protect its small refuge of identity.

The challenge is nothing other than thinking critical and propositionally about our relationship with the world through the environments we inhabit. It is essential that we create new ways to think about what represents the most appropriate form to address the challenge of cultural heritage.

Para mais informações, acesse o site do 5º RIGPAC.

 

Tags: , , ,